top of page

Vídeo: Estudantes da UCSAL manifestam pela qualidade de seus cursos

Estudantes dos cursos de comunicação da Universidade Católica do Salvador realizam manifestação em prol do bem estar dos seus cursos

Eduarda Carvalho - 8 de maio de 2022

 

Reprodução: DACCOM / Alunos de comunicação em manifestação

Na quarta-feira (4/5), estudantes dos cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações públicas da Universidade Católica do Salvador (UCSAL), realizaram uma manifestação organizada nos espaços da universidade. Contando com instrumentos musicais, cartazes e outros artifícios que os fizessem ser enxergados e ouvidos, visando mostrar a força do movimento estudantil contra decisões que foram tomadas pela reitoria da instituição de ensino a respeito dos cursos de comunicação.


O principal motivo da manifestação foi anunciado no dia 19/04, quando os estudantes receberam a notícia da demissão de seu atual coordenador, Marcello Chamusca. Segundo as lideranças do movimento, os alunos não foram consultados e não foram dadas explicações "cabíveis" para tais ações. Segundo os manifestantes, os alunos foram deixados de fora de uma decisão que impacta diretamente o futuro de sua formação.

Arquivo pessoal;

Frente aos acontecimentos que afetaram os alunos, o Diretório Acadêmico dos Cursos de Comunicação da UCSAL e a Atlética de Comunicação organizaram essa manifestação para mostrar a insatisfação dos alunos contra as decisão tomadas. Os estudantes lutavam pela permanência do coordenador, por mais transparência da reitoria com o futuro dos cursos de comunicação, e contra o sucateamento desses cursos.


A manifestação aconteceu em dois turnos na quarta-feira (4/5), o primeiro pela manhã às 9:40, e o segundo durante a noite, as 19:40. Em apoio, a União dos Estudantes da Bahia, Kizomba Bahia e União Nacional dos estudantes, enviaram representantes para o evento.

Os alunos se reuniram-se no Bloco A da universidade e de lá seguiram para o térreo do Bloco B, subindo até o terceiro andar, retornando ao Bloco A e finalizaram em direção a reitoria.


Segundo um dos manifestantes, que não quis se identificar, a mensagem que eles queriam passar era "simples e clara", mas não por isso menos importante, "Estamos unidos para lutar agora e contra o que vier, não vamos aceitar qualquer coisa em nossos cursos". CONFIRA AS IMAGENS:


65 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page