top of page

Instituto de música oferece licenciatura em piano e violão

Atualizado: 24 de abr. de 2022

Formação abrange outras duas áreas musicais: a performance musical e a produção.


Letricia Ventin - 18 de novembro de 2021

 


``O envolvimento com o som se dá com todos nós desde a barriga da nossa mãe, quando ouvimos as batidas do coração, os ruídos do aparelho digestivo, os movimentos da circulação sanguínea, etc..``


Assim começa o relato da Lidiane Gomes, estudante do 8° período do curso de Licenciatura em Música, que contou pra gente como é a experiência desse aprendizado tão sutil e complexo que é o estudo dos sons e da musicalidade, e como esse interesse foi despertado em sua vida, desde muito cedo.


O som é um princípio de muita potência em nossos corpos - são vibrações que atingem nossos captadores no sistema auditivo, assim sendo decodificados como barulho ou como música no nosso cérebro. Estudar música e buscar compreender e deter tais potências, pode ser um caminho lindo e desafiador para esses estudantes buscadores dos conhecimentos sonoros.

Durante a graduação, são abordados diferentes aspectos da música, desde sua história, domínio de instrumentos e técnicas, chegando até a composição e regência. O músico profissional é responsável pela composição, interpretação, produção e regência de obras eruditas e populares.

O Curso de Licenciatura em Música é um dos mais de 30 cursos de Graduação de Nível Superior que a UCSAL oferece em seus 60 anos de atuação, formando profissionais para o mercado de trabalho da arte musical, bem como para atuar como professores.

Laboratório de áudio da UCSAL, localizado no campus Pituaçu. Foto: Marcello Chamusca

Em 2017, o Curso de Licenciatura em Música obteve a nota 5 da avaliação do MEC, sendo o único da Bahia a adquirir a nota de excelência. Foi o Instituto de Música que trouxe para a UCSAL o PIBID e a Residência Pedagógica, importantíssimos projetos do Governo Federal para iniciação à docência.

 

"...Me sinto segura de alçar projetos baseados no aprendizado adquirido ao longo dos anos de estudo no Instituto de Música da UCSAL."

 

Atualmente, o Instituto de Música oferece o curso na modalidade Licenciatura, com as habilitações em Piano e Violão. Além dos conhecimentos pedagógicos e musicais específicos, o curso aborda e discute assuntos relacionados à diversidade cultural, social, econômica, étnica, refletindo sobre a urgência e as possibilidades de inclusão de minorias discriminadas e portadores de necessidades especiais.


Lab Mac, usado para edições de vídeo e áudio, localizado no campus Pituaçu. Foto: Marcello Chamusca.

Veja como foi o bate-papo com a estudante Lidiane:


Como você se envolveu com o som? Que vertente de música você produz?

Lidiane: Na vertente musical global, venho de uma família de muitos músicos amadores. Desde criança meus pais incentivam o aprendizado de um instrumento musical com o intuito de melhorar a concentração, comportamento e satisfação pessoal. Sempre fui muito feliz entre instrumentos musicais. Na adolescência cheguei a tocar em uma banda (Bamda C - com M mesmo!) que era responsável pelos eventos dos sábados da minha Paróquia (Nossa Senhora da Conceição da Lapinha).

Na vida musical acadêmica, iniciei no ensino médio, quando meu pai vendo meu interesse em música, efetuou minha matrícula no Colégio Estadual Manoel Novaes, na época o único colégio com curso técnico em música.

A produção musical que faço hoje ainda é muito acanhada. Estou no processo de aprendizagem e conto com meus professores para consolidar o primeiro passo para uma atuação mais elaborada.

Os vídeos musicais que são divulgados pelo CAM - Centro Acadêmico de Música, o qual sou presidente, é um trabalho coletivo com os colegas de curso e visa divulgar nosso trabalho, nossa performance e enaltecer nosso curso que é de verdade muito competente.


Por que você escolheu estudar o curso de música? e porque escolheu a UCSAL?

Lidiane: O curso de Licenciatura em Música é minha segunda graduação na Ucsal. Escolhi a universidade por ser a minha referência de ensino de qualidade. No ensino médio, estudei no Colégio Estadual Manoel Novaes e minha professora de flauta doce, Marcia Silveira, era também professora da UCSAL. Recebi o incentivo de estudar música desde aquele tempo, porém, por conta do cenário do mercado de trabalho da época optei por Administração de Empresas, deixando o curso de Música para o futuro.


Você começou o curso antes ou durante a pandemia?

Lidiane: Comecei o curso em 2018


Se começou antes da pandemia, como era frequentar diariamente o campus e quais estruturas de estúdio você costumava usar?

Lidiane: Desde o primeiro semestre busquei participar das diversas atividades oferecidas pela universidade. Porém o uso do estúdio estava reservado para a disciplina de Novas Tecnologias Aplicadas à Música que só tive acesso durante a pandemia. No próximo semestre planejo fazer a disciplina de Produção Musical e Prática de Conjunto. Espero com fé no retorno das atividades presenciais para poder utilizar as estruturas do estúdio.


Se começou depois da pandemia, como está a experiência de fazer o curso de música a distância? O que mais sente falta?

Lidiane: O curso começou presencial e a distância não mudou a qualidade das aulas. Os professores inclusive lançaram mão de mais recursos e ampliaram a motivação das aulas.

Foram pouquíssimos dias de adaptação. Dos recursos do Google, já utilizávamos praticamente tudo. Inclusive o Meet para reuniões.

Contudo, das atividades presenciais é do que mais sinto falta. Mesmo no curso de licenciatura, fiz 6 meses de curso de Extensão em Piano. Além disso, participava do GPEAM Grupo de Pesquisa em Educação e Análise Musical com o professor Dr. Raimundo Fortes Filho, era coralista do Coral UCSAL com o Maestro David Tourinho. Com isso, passava maior parte do tempo no campus de Pituaçu


Como você avalia seu aprendizado? Sente que está recebendo as informações que precisa para seu desenvolvimento enquanto produtor musical?

O curso de Música da UCSAL, apesar de receber o título de licenciatura ele abrange outras duas áreas musicais: a performance musical e a produção.

Nas três vertentes o curso oferece todo suporte e conteúdo necessário para nossa atuação no mercado de trabalho.

Partindo do pressuposto que estamos em constante aprendizado, ainda sinto que tenho muito que aprender em todas as vertentes do curso, porém também me sinto segura de alçar projetos baseados no aprendizado adquirido ao longo dos anos de estudo no Instituto de Música da UCSAL.


4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page