top of page

Elza Soares, a luta da vida de uma das maiores vozes da música.

Atualizado: 24 de abr. de 2022

A cantora teve uma vida complicada, enfrentando a pobreza, o machismo, o racismo, violência domestica pelo marido e a morte de seus filhos e sua mãe em um trágico acidente Alan Carter - 21 de Janeiro de 2021.

 

Considerada uma das maiores vozes da música. A cantora Elza Soares, faleceu nesta Quinta-Feira, 20\01, de causas naturais aos 91 anos. A assessoria da artista divulgou em nota que ela morreu em sua casa no Rio de Janeiro, às 15h45. A cantora teve sua vida marcada por dramas pessoais, dificuldades e tragédias e usou sua voz para lutar contra o machismo e o racismo. A cantora faleceu no mesmo dia do ex-marido o jogador Garrincha.

Imagem do Instagram da artista

Carioca, nascida na favela da Moça Bonita, em 23 de junho de 1930, em uma família pobre, composta por dez irmãos. Obrigada pelo pai, casou-se com 12 anos de idade. Aos 13 anos teve seu primeiro filho, de um total de oito. Os dois primeiros morreram de desnutrição. Entregou um filho a adoção, por falta de condições para criá-lo. Teve uma filha sequestrada com um ano e reencontrada 30 anos depois. Em 2015 perdeu mais um filho, de 59 anos por infecção urinária

Em seu polêmico relacionamento com o jogador Garrincha, teve mais um filho, o Garrinchinha, que morreu em um acidente de carro. Na época Elza tentou suicídio, passou a usar antidepressivos e drogas.

Entre 1962 e 1982 ela conheceu Mané Garrincha, pouco antes da Copa do Mundo de 1962, em um jogo do Botafogo, time ao qual o jogador atuava. O romance foi escondido por algum tempo, visto que, na época, o atleta era casado e a cantora namorava o músico Milton Banana. Quando o futebolista se separou, em 1966, Crioula e Neném, apelido do casal, se casaram e sofreram a perseguição da imprensa e o julgamento do público que culpava Elza, pela separação de Mané.

O casal ficou junto por mais de 15 anos, porém, o ex-jogador, se tornou alcoólatra e passou a agredir e violentar a mulher, que chegou a ter os dentes quebrados. Em entrevista à BBC em 2018, Elza disse que preferia esquecer os "momentos de ódio e focar nos "momentos de amor com Garrincha, que faleceu de cirrose hepática, em 1983, um ano após o termino do relacionamento, na mesma data que Elza, 20 de janeiro.


"Eu penso nos momentos de amor. Procuro esquecer os momentos de ódio, porque a coisa pior do mundo é o ódio, né? Então penso no momento de amor que foi lindo."

Elza Soares à BBC.


Em 1969, morreu, Rosária Maria, sua mãe, em um acidente de carro causado por Garrincha que dirigia bêbado, na rodovia Presidente Dutra. O jogador bateu na traseira de um caminhão e arremessou Rosária do carro, morrendo no local.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page