top of page

Copa Árabe - Clima de final

Atualizado: 24 de abr. de 2022

Apesar da falta de estrelas em campo e pouca mídia, Copa Árabe, evento teste para Copa do mundo FIFA de 2022, chega em seu capítulo final.

Rafael Abbehusen - 15 de dezembro de 2021

 
Fase de grupos:

Com todos os grupos definidos, a fase eliminatória da Copa Árabe começou já nas quartas de final, com duas seleções invictas e favoritíssimas na disputa do título. Marrocos e Catar venceram as três partidas disputadas, lideraram seus grupos e entraram com muita confiança nos playoffs.


Além das duas seleções com 100% de aproveitamento na competição, Tunísia e Egito também terminaram como líderes. Egito no grupo D, também invicto, porém com um empate em três jogos, e Tunísia no grupo B com uma derrota.


A tabela da fase de grupos ficou assim:


Reprodução: FlashScore.com.br
Eliminatórias:

Foto: Matthew Ashton - AMA/Getty Images

A fase eliminatória começou no dia 10/12 com a Tunísia reafirmando o favoritismo da fase de grupos e vencendo a seleção de Omã por 2x1, avançando para a semi final da competição. Já no segundo jogo do dia, os anfitriões não tiveram pena da seleção dos Emirados Árabes Unidos e antes do intervalo já goleavam por 5x0. O restante do jogo foi bem controlado e o Catar passou para próxima fase de forma tranquila.


No dia seguinte, Egito e Jordânia fizeram um "jogaço", com direito a dois gols na prorrogação. O empate por 1x1 no tempo regulamentar levou o jogo para tempo extra, o bastante para o Egito balançar as redes duas vezes e se classificar para a próxima fase.


A maior surpresa das eliminatórias foi a derrota da seleção marroquina, que até então tinha vencido todos os seus jogos sem sofrer nenhum gol. Também com dois gols na prorrogação, Argélia e Marrocos terminaram o segundo tempo empatando por 1x1 e levaram o jogo para mais um tempo extra na Copa Árabe. Com mais um gol de cada, o empate na prorrogação levou o jogo para os pênaltis, onde a Argélia aproveitou um erro dos marroquinos e passou para próxima fase, vencendo por 5x3. Outra curiosidade do confronto foi a equipe de arbitragem brasileira, composta por Wilton Sampaio Pereira, árbitro central, Danilo Simon Manis e Bruno Pires como assistentes de campo e Rafael Traci comandando o VAR.


Foto: James Williamson - AMA/Getty Images

Mostrando a seriedade com que as seleções estão disputando a competição, os dois jogos foram decididos nos últimos lances das partidas.


Na primeira semi final do dia, um gol contra no último minuto de jogo eliminou os egípcios da grande final, terminando 1x0 para a Tunísia. Definindo a finalíssima da Copa Árabe, em mais um jogo decidido nos últimos minutos, a seleção da Argélia venceu os anfitriões por 2x1. Em partida atípica de 17 minutos de acréscimo, o Catar, que perdia por um 1x0, conseguiu empatar aos 51 minutos do segundo tempo, mas cometeu um pênalti no minuto final de jogo, resultando na sua eliminação da competição. Tunísia e Argélia jogarão pela taça no dia 18/12 às 12:00, horário de Brasília, enquanto as seleções do Egito e Catar disputarão 3º e 4º lugar de manhã, às 7:00.


Capítulo final - 18/12

Foto: REUTERS / Thaier Al-Sudani

A grande final da Copa Árabe está sendo preparada para ser um grande evento, padrão FIFA, e apenas um jogo separa as seleções da belíssima taça da competição.


O evento, que veio como teste para a Copa do Mundo FIFA 2022, serviu para mostrar alguns erros e problemas a respeito da organização e preparação dos estádios e seus arredores, assim como também serviu para a FIFA experimentar novas tecnologias, como o impedimento automático, um sistema de inteligência artificial aliado a câmeras e programas computorizados que identificam jogadores impedidos e enviam mensagens para o árbitro de vídeo.


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page