top of page

Cobra ultrapassa cerca da reserva e é resgatada na UCSAL: Saiba o que fazer em caso de um encontro

Animal do tipo jiboia apareceu na manhã dessa quinta (03/11) entre os blocos A e D

Vinícius Cunha - 03/11/2022

 

Reprodução/Internauta

Uma cobra do tipo jiboia ultrapassou uma cerca que separa o campus da reserva natural mantida pela Universidade Católica do Salvador na manhã dessa quinta (03/11). A situação ocorreu próximo aos blocos A e D.


A jiboia é uma serpente não venenosa. Mesmo assim, todo o cuidado é necessário e o animal só deve ser manejado por pessoas preparadas.


Renato Morais, estagiário do Centro de Ecologia e Conservação Animal da UCSAL (ECOA), explicou ser rotineiro que estudantes do campus Pituaçu se deparem com animais, principalmente serpentes. A localização do polo, rodeado por um remanescente da Mata Atlântica, favorece este tipo de acontecimento.


Na ocasião, não haviam alunos no local. Um dos vigilantes da universidade percebeu a presença do animal e imediatamente acionou a equipe do ECOA, que realizou o resgate. Após a captura, será realizada a biometria da serpente, seguida da soltura para seu habitat.


Cobra após o resgate - Reprodução/Renato Morais/ECOA

O ECOA realiza o monitoramento da herpetofauna (anfíbios e répteis), incluindo a contenção e o manejo desses animais. Os seguranças também possuem capacitação para lidar com situações como esta. Por isso, o centro orienta: em caso de se deparar com um animal, entre em contato imediato com os vigilantes.


Procurada pelo CJOR, a reitoria da UCSAL afirmou que, quando informada sobre o ocorrido, "avaliará a questão da melhor forma possível". "Estamos trabalhando para que a segurança ser cada vez melhor em todos os sentidos e espaços", concluiu a nota.

697 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page