top of page

Carnaval de Salvador está entre a cruz e a espada

Carnaval de Salvador, entenda quais os dilemas e reais tensões sobre a sua ocorrência ou não em 2022.

Railson Oliveira - 10 de Dezembro de 2021

 


É impossível que o carnaval volte a ser o que era antes da pandemia, assim como o carnaval teve que se adaptar ao trio elétrico, ele terá que se reinventar para conseguir sobreviver diante do cenário atual causado pela covid-19.

reprodução: https://sociedadeonline.com/camara-aprova-relatorio-com-recomendacoes-para-realizacao-do-carnaval-de-salvador/

Antes de falar sobre o carnaval de 2022, vamos frisar o quanto o Governo do estado e a prefeitura de Salvador estão trabalhando para conseguir imunizar o máximo de pessoas possíveis, além dos postos convencionais, foram criados postos de vacinação em igrejas, shoppings e até mesmo no aeroporto de salvador.


Bom, o carnaval é uma festa coletiva que não se restringe somente aos baianos ou brasileiros, é um evento conhecido mundialmente, e que gera um grande impacto positivo para a economia, principalmente por atrair um grande número de turistas de diversos lugares do mundo. E por conta disso, é quase impossível conseguir realizar um evento desse porte, em plena pandemia, sim, em plena pandemia, apesar de já termos vacina, a covid ainda está entre nós, pelo simples fato de que a vacina é só uma medida paliativa contra o vírus e não uma solução final para esse problema.


Em uma entrevista para o jornal Correio, o atual prefeito de Salvador, Bruno Reis, falou que não é possível fazer um anúncio definitivo sobre o carnaval agora, e que não tem como tomar uma decisão diante de um cenário de incerteza e indefinições.

Foto: www.istockphoto.com

Vale ressaltar que quase 70 mil pessoas não compareceram a nenhum posto de vacinação para receber a sua primeira dose, e que 283 mil estão com o esquema de vacinação atrasado e 156 mil pessoas ainda não tomaram a dose de reforço, de acordo com a secretaria municipal de saúde (SMS).


Tudo isso inviabiliza ainda mais a confirmação ou o adiamento do carnaval de 2022, porque mesmo com todas as pessoas vacinadas o risco ainda é muito grande, principalmente por conta das variantes que vem surgindo, ou seja, a probabilidade de haver carnaval é muito baixa, entretanto alguns camarotes já estão vendendo ingressos e divulgando a sua programação para fevereiro do ano que vem.


Alguns artistas também estão cogitando realizar o seu próprio carnaval particular, como é o caso da cantora Ivete Sangalo, que alugou o centro de convenções de Salvador durante seis dias para poder realizar a sua folia de forma privada.

Foto da esquerda: Instagram/@ivetesangalo/Foto da direita: Igor Santos/SECOM

E se você está se perguntando se é ou não possível realizar o carnaval, podemos dizer que sim, porém será necessário gastar muito dinheiro para implementar alguns protocolos de segurança para que ele aconteça da forma mais segura possível.


Algumas cidades já anunciaram o cancelamento do carnaval como é o caso de Campo Belo, São Paulo e Poços de Caldas, e o motivo é sempre o mesmo: a incerteza que o carnaval trás para toda a população.

As autoridades da área da saúde temem que após a realização de um evento de grande porte como o carnaval, que é a maior festa brasileira, haja um surto de contaminação, por conta das aglomerações que são impossíveis de evitar, assim como ocorreu no final de 2020, que após a flexibilização de algumas regras os números de casos subiram rapidamente.


Até o fechamento desta matéria o carnaval ainda segue incerto, se vamos ou não ter folia em 2022, só o tempo dirá, o que sabemos e que a probabilidade de acontecer são baixíssimas.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page